Home

Como estudar para provas

Atualizado em: 18/10/2023 - Por: Nicole Copetti Dal'Aqua

A questão de como estudar para provas é um assunto amplo que envolve na realidade muitos fatores como tipos de estudos que realmente funcionam, ou mesmo técnicas de memorização e como se preparar para a hora da prova. De acordo com a Dra. Barbara Oakley, especialista em como aprender melhor, a técnica da repetição espaçada é a forma mais eficiente para qualquer pessoa realmente saber como estudar para provas bem.

Neste artigo vamos falar sobre esta técnica, além de muitas outras técnicas e dicas bem importantes para os alunos que estão se preparando para uma prova, com dicas específicas para quem aprende melhor de forma visual, auditiva, cinestésica e diferenciando para quem vai fazer provas objetivas ou dissertativas. Primeiramente, é importante saber qual tipo de prova você está querendo se preparar, então, descubra se a prova será com questões objetivas de múltipla escolha ou se a prova será com questões dissertativas.

Como estudar para provas com questões objetivas?

prova objetiva de multipla escolha.jpg

Se a prova será com opções de marcar, a forma mais eficiente e eficaz de você estudar é fazendo provas passadas. Tente encontrar provas do mesmo tipo de outros semestres ou outros anos com colegas ou mesmo perguntando se o professor dispõe de provas anteriores. Pois saber o estilo de questão, como as perguntas normalmente são feitas, como é a lógica por trás da prova, traz dois principais benefícios: o estudante fica mais tranquilo, pois está familiarizado com o tipo de prova e a chance de concluir a prova com mais desenvoltura é muito maior, pois o aluno já estará acostumado com aqueles tipos de questões, muitas vezes aprendendo com antecedência alguns macetes para ir bem na prova.

Por que estudar com simulados e provas passadas é importante?

Estudar para provas objetivas desta forma, através de simulados, exercícios e provas passadas é uma ótima forma de se diferenciar e ir bem na prova. Claro que é fundamental estudar o conteúdo que você sabe que cairá na prova, mas somente estudar o conteúdo lendo, fazendo resumos ou sublinhando pode não ser o suficiente, pois o importante para passar na prova é saber resolver aquele tipo de questão da prova em si. Uma boa ideia é entrar no site oficial do ENEM e estudar o que a prova exige, por exemplo.

Cuidados com a postura e com o corpo durante os estudos Professora Vitória Crivellaro Sanchotene

Familiarização com o formato da prova:

Ao praticar com simulados e provas anteriores, você se acostuma com o formato e a estrutura das questões. Isso reduz o estresse no dia da prova, já que você estará mais familiarizado com o que esperar.

Avaliação de conhecimento:

Fazer simulados e provas passadas é uma maneira eficaz de avaliar o seu conhecimento atual sobre o material. Você pode identificar lacunas no seu aprendizado e focar seus esforços de estudo nas áreas em que precisa melhorar.

Prática de gerenciamento de tempo:

As provas têm limites de tempo, e aprender a gerenciar seu tempo durante um exame é fundamental. Ao fazer simulados, você pratica como distribuir seu tempo de forma eficaz para responder a todas as questões dentro do prazo.

Aprimoramento das habilidades de resolução de problemas:

Muitas provas envolvem a resolução de problemas complexos. Ao praticar com simulados e provas passadas, você desenvolve suas habilidades de raciocínio lógico e análise crítica, o que é útil não apenas para a prova, mas também para a vida cotidiana.

aprendendo.jpg

Exposição a diferentes tipos de questões:

As provas geralmente incluem uma variedade de tipos de questões, como múltipla escolha, questões de redação, perguntas de verdadeiro ou falso, entre outras. Estudar com simulados e provas passadas ajuda você a se familiarizar com todos esses tipos de questões.

Construção de confiança:

À medida que você pratica e melhora seus resultados em simulados, ganha confiança em suas habilidades e conhecimentos. Isso pode reduzir a ansiedade antes da prova e aumentar sua autoestima.

Aprendizado contextualizado:

As provas anteriores muitas vezes abordam tópicos e conceitos específicos que são relevantes para o seu curso ou disciplina. Estudar com essas provas ajuda a aprender o material de forma mais contextualizada, o que pode tornar a retenção de informações mais eficaz.

Identificação de padrões de perguntas:

Ao fazer muitos simulados e revisar provas passadas, você pode começar a identificar padrões nas perguntas e nos tópicos que são frequentemente testados. Isso permite que você direcione seus esforços de estudo para áreas mais propensas a aparecer na prova.

Aperfeiçoamento da estratégia de estudo:

Ao analisar seus erros e acertos nos simulados, você pode ajustar sua estratégia de estudo. Isso inclui identificar suas fraquezas e fortalezas e planejar seus estudos de acordo.

Aumento da retenção de informações:

Resolver questões em simulados e provas passadas envolve a recuperação ativa de informações, o que é um método eficaz para melhorar a retenção de conhecimento a longo prazo.

Como estudar para provas discursivas ou dissertativas?

Estudar para provas com questões discursivas ou dissertativas é bem diferente do que estudar para provas de marcar. Existem provas de escolas, vestibulares ou mesmo provas de cadeiras na graduação e pós-graduação que envolvem escrever a resposta a uma pergunta e não somente marcar a resposta certa. Isto envolve diversas habilidades diferentes, pois há a questão da interpretação da pergunta, a escolha do estilo de escrita e o viés da resposta.

Uma dica aqui é, se você conseguir ter acesso, analisar respostas de provas anteriores bem sucedidas, para saber o tipo de resposta que o avaliador está querendo. Pois existem casos que o professor valoriza mais respostas bem longas, com muitas explicações e até mesmo citações. E existem casos que é melhor uma resposta mais clara e curta, que informe que você possui o conhecimento daquela matéria que está sendo perguntada.

O desafio da prova "de escrever", como é popularmente chamada, é que, se você não sabe a resposta, é difícil acertar, diferentemente da prova objetiva em que o aluno pode "chutar" uma das opções. Portanto, para este tipo de prova, é importante ler muito sobre a matéria e utilizar técnicas para realmente fixar o conteúdo em sua memória, como a técnica da repetição espaçada ou com a criação de resumos. Veremos a diante como utilizar estas e mais técnicas que realmente funcionam.

Técnicas para estudar para provas

Aprenda então a estudar de forma inteligente com as melhores técnicas para se preparar para provas. Preparar-se para os exames pode ser uma tarefa desafiadora, mas com as técnicas certas, você pode maximizar os seus resultados acadêmicos sem se sentir sobrecarregado. Neste artigo, vamos compartilhar com você as melhores técnicas para estudar de maneira eficiente e efetiva.

Estudar de forma inteligente não se trata apenas de passar horas sentado com os livros abertos. É sobre trabalhar de forma estratégica, usando métodos comprovados que ajudam a reter informações de maneira mais eficaz, otimizando o seu tempo de estudo e aumentando a sua concentração.

Ao longo deste artigo, vamos explorar técnicas como a revisão ativa, a criação de resumos e mapas mentais, o estabelecimento de metas e a prática regular de exercícios. Vamos também abordar a importância de ter um ambiente de estudo adequado e como gerenciar o seu tempo de forma eficiente. Se você está cansado de estudar sem obter os resultados desejados, esse artigo é para você. Prepare-se para mergulhar nas melhores técnicas de estudo inteligente e alcançar o sucesso acadêmico que você merece.

Como estudar para provas com inteligência

Antes de mergulharmos nas melhores técnicas de estudo inteligente, é importante entender que cada pessoa tem um estilo de aprendizagem único. Alguns aprendem melhor visualmente, outros auditivamente, enquanto outros preferem atividades práticas. Identificar seu estilo de aprendizagem pode ajudar a escolher as técnicas de estudo mais adequadas para você.

Para quem está se preparando para grandes provas, como o ENEM ou concursos públicos que acontecem com pouca frequência, o estresse pode ser maior, portanto, a preparação e a tranquilidade no dia da prova são fatores que podem decidir o sucesso do estudante.

ENEM 2021

Compreensão dos diferentes estilos de aprendizagem

Se você é um estudante visual, existem várias técnicas que podem ajudá-lo a estudar de forma mais eficaz. Uma delas é criar resumos e mapas mentais. Essas ferramentas visuais podem ajudá-lo a organizar informações complexas de maneira clara e fácil de entender. Além disso, usar cores, gráficos e diagramas pode facilitar o processo de memorização.

Outra técnica útil para estudantes visuais é a criação de flashcards. Esses cartões contendo perguntas e respostas podem ajudar a revisar conceitos importantes de forma rápida e eficiente. Além disso, o uso de recursos visuais, como imagens e diagramas, nos flashcards pode tornar o processo de memorização mais interessante e envolvente.

Técnicas de estudo eficazes para alunos visuais

Se você é um estudante auditivo, existem técnicas específicas que podem ajudá-lo a estudar de forma mais eficaz. Uma delas é gravar suas anotações em formato de áudio e ouvi-las enquanto estuda. Isso pode ajudar a reforçar a memorização e facilitar a compreensão de conceitos complexos.

Outra técnica útil para alunos auditivos é o uso de músicas ou sons de fundo para ajudar na concentração. Algumas pessoas acham que a música clássica ou sons da natureza, como o som da chuva ou do mar, podem melhorar sua capacidade de concentração e foco durante o estudo. Experimente diferentes sons e descubra o que funciona melhor para você.

Técnicas de estudo eficazes para alunos auditivos

Se você é um aluno cinestésico, que aprende melhor através de atividades práticas, existem várias técnicas que podem ajudar a maximizar seu processo de aprendizagem. Uma delas é fazer anotações físicas enquanto estuda. Escrever as informações em papel pode ajudar a reforçar a memorização e a compreensão dos conceitos.

menina estudando.jpg

Além disso, a prática regular de exercícios físicos pode ter um impacto positivo na sua capacidade de concentração e retenção de informações. Reserve um tempo para se exercitar regularmente, seja caminhando, correndo ou praticando esportes. Isso pode ajudar a melhorar seu desempenho acadêmico.

Técnicas de estudo eficazes para alunos cinestésicos

Além de utilizar técnicas de estudo eficazes, é fundamental gerenciar seu tempo de forma inteligente. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a aproveitar ao máximo seu tempo de estudo:

  1. Crie um cronograma de estudo: Estabeleça horários regulares para estudar e siga um cronograma consistente. Isso ajudará a estabelecer uma rotina de estudo e garantir que você dedique tempo suficiente a cada matéria.
  2. Defina metas claras: Estabeleça metas específicas e alcançáveis para cada sessão de estudo. Isso ajudará a manter o foco e a motivação durante o processo de aprendizagem.
  3. Faça pausas regulares: Estudar por longos períodos sem pausas pode levar à fadiga e à diminuição da concentração. Faça pausas regulares para descansar e recarregar as energias.
  4. Elimine distrações: Desligue as notificações do celular, feche as abas desnecessárias do navegador e encontre um ambiente livre de distrações para estudar. Isso ajudará a manter o foco e a concentração durante o estudo.

Dicas de gerenciamento de tempo para estudar

A recordação ativa e a repetição espaçada são técnicas poderosas para ajudar a reter informações de forma mais eficaz. A recordação ativa envolve a prática regular de recuperar informações de memória, em vez de apenas revisar passivamente os materiais de estudo. Isso pode ser feito por meio de questionários, flashcards ou até mesmo se explicando em voz alta.

mulher olhando calendario.jpg

A repetição espaçada é uma técnica que envolve a revisão regular de informações ao longo do tempo, com intervalos cada vez maiores. Isso ajuda a consolidar a memória e a evitar a curva do esquecimento. Use aplicativos ou ferramentas online que ofereçam a repetição espaçada para tornar o processo mais fácil e eficiente.

O poder da recordação ativa e da repetição espaçada

Os flashcards e os mnemônicos são ferramentas eficazes para ajudar na retenção de informações. Os flashcards são especialmente úteis para revisar termos, conceitos e definições. Basta escrever a pergunta de um lado do cartão e a resposta do outro lado. Revise os flashcards regularmente para reforçar a memorização.

Os mnemônicos são uma técnica que envolve a criação de associações ou acrônimos para ajudar a lembrar informações complexas. Por exemplo, para lembrar as cores do arco-íris, você pode usar o mnemônico "Roy G. Biv" (vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, índigo, violeta). Procure criar mnemônicos personalizados para ajudar na memorização de conceitos específicos.

estudos para prova.jpg

Utilização de flashcards e mnemônicos para melhor retenção

A tecnologia pode ser uma aliada poderosa no processo de estudo inteligente. Existem várias ferramentas e aplicativos disponíveis que podem ajudar a otimizar seu tempo de estudo e melhorar sua retenção de informações. Aqui estão algumas opções:

  1. Aplicativos de organização: Utilize aplicativos de organização para criar listas de tarefas, definir lembretes e gerenciar seu cronograma de estudo. Alguns exemplos populares são o Todoist, Evernote e Trello.
  2. Ferramentas de anotação digital: Utilize ferramentas de anotação digital para fazer anotações, destacar texto e organizar suas informações de forma eficiente. O Microsoft OneNote e o Evernote são ótimas opções nesse sentido.
  3. Plataformas de aprendizado online: Aproveite plataformas de aprendizado online, como Khan Academy, Coursera e Udemy, para complementar seus estudos. Essas plataformas oferecem uma ampla variedade de cursos e materiais de estudo em diferentes áreas.

Uso da tecnologia para aprimorar o estudo

prova online.jpg

Ao adotar técnicas de estudo inteligente, você estará maximizando seu potencial acadêmico e se preparando de forma eficaz para os exames. Lembre-se de que cada pessoa é única e pode se beneficiar de diferentes técnicas de estudo. Experimente diferentes abordagens e identifique quais funcionam melhor para você.

Além disso, não se esqueça de desenvolver um plano de estudo personalizado, levando em consideração suas metas, estilo de aprendizagem e disponibilidade de tempo. Combinando técnicas eficazes de estudo com uma abordagem personalizada, você estará no caminho certo para alcançar o sucesso acadêmico que deseja. Agora é hora de colocar essas técnicas em prática e colher os frutos de um estudo inteligente. Boa sorte!

Desenvolvimento de um plano de estudo personalizado

Uma das maiores dificuldades dos estudantes é gerenciar o tempo de estudo de forma eficiente. Felizmente, existem diversos aplicativos disponíveis que podem ajudar nessa tarefa. Aplicativos como o Trello, Evernote e Todoist permitem criar listas de tarefas, definir metas e acompanhar seu progresso. Além disso, essas ferramentas também podem ser integradas com calendários, facilitando o planejamento e a organização das atividades diárias.

estudante universitário.jpg

Outra opção interessante é o uso de aplicativos de Pomodoro, como o Forest ou o Focus Keeper. Esses aplicativos são baseados na técnica de Pomodoro, que consiste em dividir o tempo de estudo em períodos de 25 minutos, seguidos por breves intervalos de descanso. Essa abordagem ajuda a manter o foco e a concentração durante os estudos, evitando a sensação de sobrecarga e fadiga.

Outras técnicas práticas para estudar para provas

Recuperação ativa: Ao praticar a recuperação ativa, os alunos tentam lembrar o material sem olhar para suas anotações ou livros. Isso pode ser feito através de perguntas e respostas, testes práticos ou simplesmente recontando as informações de memória. A pesquisa mostrou que a recuperação ativa ajuda a fortalecer a retenção de informações.

Interleaving: Em vez de estudar um tópico de cada vez, a técnica de interleaving envolve alternar entre diferentes tópicos ou habilidades durante o estudo. Isso pode melhorar a capacidade de aplicar o conhecimento de maneira flexível e eficaz, pois simula as condições de um teste real.

Elaboração: Elaborar significa explicar o material em suas próprias palavras. Estudos indicam que quando os alunos se esforçam para explicar conceitos complexos, eles entendem e lembram melhor o conteúdo.

Ensinar o que você aprendeu: Ensinar o material a outras pessoas, mesmo que seja a um colega de classe, é uma estratégia poderosa de aprendizado. Isso exige que você compreenda profundamente o tópico e o explique de maneira clara e concisa.

Uso de tecnologia: Existem várias ferramentas e aplicativos disponíveis que podem ajudar no estudo eficiente. Alguns exemplos incluem aplicativos de anotações, flashcards digitais, gravadores de voz e plataformas de aprendizado online. Pesquisas contínuas estão investigando como essas ferramentas podem ser usadas de maneira mais eficaz no processo de estudo.

Ambiente de estudo: Estudos também destacaram a importância de um ambiente de estudo adequado, com poucas distrações. Ter um espaço organizado e silencioso pode melhorar a concentração e a eficiência do estudo.

Gerenciamento de tempo: A gestão eficaz do tempo é fundamental para estudar com eficiência. A pesquisa indica que a criação de um cronograma de estudo, a definição de metas claras e o uso de técnicas de gerenciamento de tempo, como a Técnica Pomodoro, podem ajudar os alunos a maximizar seu tempo de estudo.

Sono e descanso: A pesquisa mostrou que uma boa noite de sono é crucial para a consolidação da memória e o desempenho cognitivo. Portanto, é importante não negligenciar o descanso adequado durante o período de estudo.

Autoavaliação: Fazer avaliações regulares do seu próprio progresso e conhecimento pode ajudá-lo a identificar áreas de fraqueza e adaptar suas estratégias de estudo de acordo.

Essas são apenas algumas das descobertas da pesquisa sobre como estudar para provas eficientemente. É importante lembrar que as técnicas de estudo podem variar de pessoa para pessoa, e o que funciona melhor para você pode depender do seu estilo de aprendizado pessoal. Experimente diferentes estratégias e adapte-as de acordo com suas necessidades individuais para maximizar sua eficiência de estudo.

Caso queira fazer o curso online gratuito disponibilizado pelo Aprimoramente sobre Como Aprender Melhor e Ir Bem nas Provas, siga o link do curso.

LISTA DAS AULAS DO CURSO GRATUITO ONLINE

Veja o curso completo: 16 aulas em vídeo

Por Nicole Copetti Dal'Aqua

Foto de Nicole Copetti Dal'Aqua

Nicole é uma autora, professora e consultora com mais de 7 anos de experiência no ramo de educação no Brasil, dando aulas presenciais e online como professora. Além disso, possui expertise como co-fundadora da plataforma de educação Aprimoramente em análise de mercado no ramo da educação, lidando com universidades, escolas e professores desde 2016. Escreve com amor e dedicação para estudantes de todo o Brasil que desejam aprender coisas novas.

Gostou do artigo?

Compartilhe com quem você acha que se interessa por este assunto.

Quer se inspirar para aprender algo novo?

Veja nosso guia de cursos, eventos, professores, plataformas e instituições de ensino.

Ver o guia

Quer ver mais artigos?

Leia todos os artigos do Aprimoramente e autores convidados sobre educação e aprendizado.

Ver todos artigos
Carregando...